Carlos Coelho e o Pastel de Nata

PORTUGAL GENIAL introduz aquilo a que CC chama "National Equities" e que vão desde a História, geografia, desporto, ciência… ao Pastel de Nata: tudo aquilo que são as “especialidades”, as proposições diferenciadoras, as nossas pequenas riquezas com as quais se pode construir uma imagem positiva de Portugal, dentro e fora do nosso país.
De D. Afonso Henriques (o fundador da Marca Portugal), passando por Pedro e Inês, Camões, Pessoa, o Santo António a Carlos Paredes, Siza Vieira, José Mourinho ou Mariza, Portugal Genial é um “manifesto ao optimismo” contra a cultura autista de cada um a viver a vidinha “o melhor que se arranja”…· É também um refrescante desafio a um “país que sempre se sentiu universal por dentro, insignificante e marginalizado por fora".
O Cavalo Lusitano, o Galo de Barcelos, o Multibanco, a Calçada Portuguesa, a Sopa, as Termas, o Mar e a Luz Natural, o Azeite, a Aguardente da Lourinha (a terceira região demarcada de aguardente vínica da Europa, a seguir à Cognac e à Armagnac!), os Bordados da Madeira, a Cortiça, a Flor de Sal, o Vinho do Porto… e muitos outros exemplos, fornecem à Marca Portugal, a iconografia necessária para delimitar um território de Marca único e com potencial diferenciador que poderia levar o país muito mais longe, já que os maiores problemas que afectam esta Marca são a ignorância e a má comunicação
PS: No início do livro são expostos aqueles pequenos defeitos que travam o progresso, de modo a fazer-se um “luto” por eles e passar à frente! GENIAL

1 comentário:

Maria disse...

O país continua cinzento... mas enquanto houver quem acredita - há esperança!