Quando a Mensagem é o Meio

Muitas marcas acham que deveriam fazer alguma coisa com redes como o Twitter, o que não sabem é o quê...
Afinal para quê é que os portugueses usam o Twitter?
Segundo a E.life, ferramenta utilizada em Portugal pela Seabra para monitorizar a presença das Marcas nas redes sociais, o próprio Twitter é a Marca mais mencionada, seguem-se o Youtube, o Facebook, o Sapo e o Google; as marcas nacionais mais mencionadas são o Sapo, a TAP, a SIC, a Optimus e a RTP.
O Twitter divulga em segunda mão... Sei isto e aquilo e divulgo...
O próprio fenómeno das redes sociais é um dos temas favoritos: do recrutamento Optimus feito através do Facebook, ao lançamento do iPad, passando pelo nº de fãs ou de pageviews do Facebook.
As marcas que aparecem neste top mais são também as que utilizam o Twitter para divulgar conteúdos, como é o caso da Tap, cujos tweets são replicados velozmente pelos seus 2500 seguidores, ou das estações de televisão que tweetam notícias...

Contudo, e ao contrário do que já vai acontecendo noutros países, os portugueses ainda não utilizam muito o Twitter para falar de marcas do "dia-a-dia": roupas, restaurantes, lojas, etc... deverão estar aqui boas oportunidades para Marcas fora das tecnologias e telecomunicações começarem a dirigirem-se aos seus consumidores.

Afinal este é um meio muito barato que é possível segmentar e tem um grande potencial de replicação... é pena é os sistemas de CRM estarem ainda "ao lado"...

2 comentários:

rui disse...

O Twitter está a arrancar agora em Portugal, e as empresas ainda não acordaram...

Bemequer disse...

A grande questão, a meu ver, é que ainda se pensa dentro de um paradigma que já não existe.
As empresas ainda não perceberam que os clientes já não estão disponíveis para ser "passivos". Têm vos e querem ser parte activa desta equação. As políticas de CRM ainda nem sequer se banalizaram... e já estão desactualizadas. Quantas empresas sabem o Twitter username dos seus clientes?